slogan2018

Quinta, 06 Junho 2019 13:13

5ª FAVESU recebe palestras sobre Bem-Estar de poedeiras no Qualificaves

WhatsApp Image 2019 06 06 at 13.18.48

 

O segundo dia da 5ª edição da Feira de Avicultura e Suinocultura Capixaba, nesta quinta-feira (06), teve em sua programação as palestras de “Bem-Estar Animal na Produção de Aves Poedeiras (BEA – Ovos)”.

 

 

A iniciativa foi uma cooperação técnica entre o MAPA, a Embrapa Suínos e Aves e a Esalq/USP para viabilizar a capacitação de avicultores e profissionais em práticas de manejo que incluam o bem-estar das aves.

 

 

A programação teve como objetivo promover uma atualização no tema, discutindo os avanços técnicos e as práticas de bem-estar, unindo no discurso a visão do Governo, das empresas e dos avicultores.

 

 

A primeira apresentação foi da zootecnista Katiussi de Negreiros Silva do trabalho científico de postura comercial “Tempo de armazenamento e idade das poedeiras na gravidade específica e unidade haugh de ovos comerciais”.

 

 

A gerente executiva do Instituto Ovos Brasil, Thabata Lacerda, apresentou o trabalho desenvolvido pelo instituto e como a iniciativa contribuiu para o crescimento do consumo per capita no Brasil. “Trabalhamos o processo de gourmetização e desmistificamos alguns conceitos”, afirmou.

 

 

A coordenadora de boa produção e bem-estar animal do Ministério de Agricultura, Liziè Buss, falou sobre a visão do MAPA e também sobre o bem-estar animal. “Trabalhamos para levar as boas práticas ao produtor”, disse.

 

 

A veterinária da Embrapa Suínos e Aves, Sabrina Castilho Duarte, falou sobre a importância a sanidade e do bem estar animal. “As boas práticas fazem com que as aves tenham mais resistência à doenças e gerem ovos com mais qualidade”, orientou. 

 

 

Cage-free: produção de galinhas criadas sem gaiolas 

A zootecnista e pesquisadora da Embrapa Suínos e Aves, Helenice Mazzuco, falou sobre uma nova tendência mundial, que é a produção de galinhas criadas sem gaiolas. “No Brasil, apenas 5% das criações são nesse formato, mas no exterior, como na União Europeia já é uma realidade”, afirmou.

 

 

O administrador da Fazenda da Toca, Fernando Bicaletto, falou sobre a produção de ovos orgânicos, uma ação ainda em desenvolvimento no Brasil. “Quis mostrar para todos que é possível desenvolver o trabalho orgânico, mesmo sendo uma prática não tão comum no Brasil” declarou.

 

 

O gerente de gestão do conhecimento da Vencomatic, Cláudio Machado, falou sobre as novas tendências de consumo por ovos orgânicos e por novas tecnologias. “Temos um consumidor mais consciente. Queremos que as empresas se preparem para esse mercado”. Machado ainda abordou uma nova técnica que está sendo utilizada em uma empresa na Colômbia chamada de “Ovos de ouro”.

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.